Domingo, 18 de Julho de 2004

O dia depois do sonho II

197378_THUMBNAIL.jpg
Num ontem, me emporcalhei no lodo do rosto que esconde a vergonha …
- Sô sinhozinho, o patalão mandou lhe chamar.
Foi num hoje que ainda me alembro de não me a esquecer de te enternecer. Lhe levei na cachimónia por onde andei como embarcadiço. Lhe protegia mesmo da água salgada. Nada faria perder a minha alembradura dessa recordação com saudade de uma quase estontealegria. Foi num tempo em que a alegria de um povo se encontrava na tristeza, essa própria que foi se encontrar com a solidão. Num dia de dia, com sol de dia, as pessoas se mostravam na orgulhes de serem tristes com rostos carrancudos e duros. As pessoas se mostravam gente de mesquinhice, cochichando da amargura de quem se associedou, auto-excluí-se de ser gente civilizada.
Nesse sonho com despertar de pesadelo, lhe vivi com a alma de um nacionalizado, lhe sinto e mostrei com as lágrimas do rosto, no sofrimento da procura da vitória. Te juro! Vi as estrelas numa janela de televisão com marcas ofuscadas, tremelicantes, num sul de um ontem colonizante.
Nesse misturar de insensatez, lhe pus uma bandeira no ombro e me assumi de origens, lhes reclamei a elas … aquelas que lhes neguei, ainda ontem por não me assumirem.
Nesse ecrán, da janela do mundo lá fora, se viu o desanimo na derrota, depois promessa de vitória, mata-mata e pé-na-bunda, se viu sonho com viagem nas orlas do firmamento. Não te duvides!!!... Se viu no querer e mostrar do acampeado no mundo: Luís Filipe Scollari.
Nessa noite se derramou a notícia da tinta nos diários, nos bidiários, nos semanários de edição extra e especial. Se sugeriu e se palpitou de treinamento de bancada. Se obliteraram apostas com a morte do prometedor. Enfim …
Mas na quarta seguinte, se viu esfalfo e quesforço no caminho da quebra do cepticismo. Se convenceram de lides e vitórias; Tudo se recompôs.
Hoje, corações tremelicaram na justeza vs passado + a essência do egocentrismo. Aonde te ir buscar certeza, senão na fé da minha esperança.
Culpa-me, condena-me mas a tristeza é minha porque a tenho como profissão. Adeus.
Na hora de H, tudo se ofuscou, intranspareceu invisualmente da minha visão. Lhe chamei calundú mas o tempo se correu … e golo se esqueceu de entrar p’ra “desvorver” o que nos entrou.
Quando soo no apito o final do prazo do sonho, me olhei por dentro e dor me trespassou como ao filho da terra. De que sou feito então? Da humanidade que o tempo e dor do mundo me trespassou …!? Só sofre quem sente! Quem se entrega na certeza de que somos melhores e nos mostraremos senhores. Como falar-te que perdemos mãezinha? Já pouco ouves mas ainda te pulsa nas veias o sangue português, caravelístico e encontrador de terras do além-mar. Me fala senhora … como te dizer que Portugal perdeu se o que te anima e suporta é essa paixão desmedida?
Perdemos 1-0,mas o futuro nos reservou a festa da desmesurada de não sermos mais saudosos na nossa alegria de sermos tristes, de sermos felizes com a nossa pequenês grande de nos alegrarmos.
Perdemos … mas com altivez.

publicado por Lancelote às 19:44
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Psiu

. Por trás das palavras

. Por amor

. Desencontros

. Faltas-me

. Ausência

. Enquanto há

. Um afundar no amar-te

. O Rosto da Chuva já tem l...

. O Rosto da Chuva

.arquivos

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Fevereiro 2012

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds