Sábado, 24 de Junho de 2006

A claridade da redenção

 

Foto: Tiago Estima

 

para quê dizer adeus
quando ainda há tanto para nos darmos
quando ainda há tanto para nos ensinarmos
tanto para nos apreendermos
tanto para nos amarmos?
 
para quê um choro
quando ainda existe desmesurado coração
quando o beijo nasce de impulsos distraídos?
tanto pedir-te...tanto cometer o hábito da lágrima.
tanto gritar à dor para que me transpareça a alma.
 
para quê reconciliarmo-nos
quando somos eternos amantes viciados no retorno
quando sempre entardeço o embalo no abraço da tua pele
quando somos os predestinados desencontrados no destino?
tanto que nos fomos posse que prolongamos o futuro do instante.
 
e quando a manhã for crescida
teremos as almas lavadas com suor do tempo
as almas transpiradas nos passos do rumo.
tanto o céu acendido...tantas as estrelas moribundas.
tantas aquelas que moravam na rua da tua meninice.
sinto-me:

publicado por Lancelote às 06:08
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De aflores a 28 de Junho de 2006 às 14:52
Rendi-me a estas palavras claras.


De su a 30 de Junho de 2006 às 03:48
...porque há mesmo estrelas moribundas que são lágrimas deixadas pelos tais passos sem rumo e o "tanto sim" quanto o "tanto não" são possíveis, porque o caminho chama-se confusão...

congelado

De Teresa Simões Alves a 27 de Julho de 2006 às 10:28
Redenção , será que sabemos o que realmente significa?è extremam. abrangente o seu significado.Porque é tão difícil ao humano render-se ??
Aí o amor poderia ser eterno !
Bonito.......

congelado

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Psiu

. Por trás das palavras

. Por amor

. Desencontros

. Faltas-me

. Ausência

. Enquanto há

. Um afundar no amar-te

. O Rosto da Chuva já tem l...

. O Rosto da Chuva

.arquivos

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Fevereiro 2012

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds