Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2012

Por amor

 

 

Deixa a noite escorregar nesse vão de breu azul.

Deixa o tempo esvair-se nesse ralo de tempo.

Deixa que cada gota seja um dilúvio em teus braços.

 

Quando chegar a dor eu vou sorrir de amor.

Vou voar no mundo e adormecer nos teus lábios.

Roubar momentos. Trajar o anoitecer no delinear dos teus olhos.

Adormecer pecados. Traçar as rotas de amar-te. Morder-te os seios.

 

Deixa que eu te alveje por dentro. Te ame como errante.

Deixa-me rastos que te almejem.

Deixa o vento ludibriar-nos à mesa e acostumar-nos aos contos,

porque hoje tem um luar que luareja em demasia.

 

‘’Se te amasse como vivo por te alcançar

O sol tardaria todo amanha’’.

 

 

RdN

Luanda

21.02.2012

00h22

 

Para a Candy… minha mulher. Minha vida!

 

 

 

sinto-me:
música: Tom Jobim: Desafinado

publicado por Lancelote às 21:50
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Psiu

. Por trás das palavras

. Por amor

. Desencontros

. Faltas-me

. Ausência

. Enquanto há

. Um afundar no amar-te

. O Rosto da Chuva já tem l...

. O Rosto da Chuva

.arquivos

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Fevereiro 2012

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds