Domingo, 19 de Junho de 2005

Falta-me...

ground.jpg

perdi-me de mim algures.
talvez na mesa do café da manhã ou no quiosque onde me rendi às notícias.
não sei. o certo é que já não sei aonde me pus.

comigo foram nas algibeiras os últimos versos que sabia criar,
foi-se um fragmento de inspiração preso ao porta-chaves que me deste.
sei que ainda perdi aquele lenço que me ofereceste. aquele bordado com a eternidade.

agora sinto-me vago,
permanentemente temeroso que se agudize o meu vazio.
falta-me tanto de tudo do tudo que conhecia…

falta-me a mágoa necessária para escrever,
a simplicidade de palavras maduras de sentimentos por expandir.
faltam-me lágrimas para retirar o insonso do meu poema de hoje
borbulhando numa panela faminta de criatividade

falta-me a minha musa, qual pintor rabiscando na tela o seu modelo,
adicionar-lhe negro luto e recarregar os contornos da melancolia,
encarcerando metáforas que me fazem falta.

falta-me a abstracção do álcool e a distracção do fumo.
mais do que nunca preciso concentrar-me nas rimas da caneta,
no ondancear de uma esquina da margem da folha

falta-me o silêncio, o nada da voz e do grito.
quero apenas aspirar a noite vestida de escuro,
apagar-lhe as estrelas e o luar, sussurrar-lhe ao ouvido a correnteza de um Tejo.

falta-me ainda um último sonho contigo.
aquele que ficou adormecido no emaranhado dos teus cabelos,
incinerado nas fagulhas daquelas duas tranças encarnadas

falta-me coragem de te dizer que hoje não sei o que te escrever,
embora seja urgente o dever de versejar
para que não me reste o insuportável vácuo de me assumir.

falta-me ter falta de algo
que justifique o que sinto que me falta
para justificar a ausência da palavra em mim

preciso apenas que o tempo não acabe ainda,
que o vento sopre ainda, que o sol renasça amanhã. preciso apenas disso.
amanhã já poderei acrescentar um outro sopro ao vento e um novo raio ao sol.

publicado por Lancelote às 20:12
link do post | favorito
De Anónimo a 21 de Junho de 2005 às 08:26
Não há falta maior que falta de quem nos faz falta!! Mas as palavras, essas, nascem em ti, como flor que desabrocha na primavera...não te vão faltar!! Palavras lindas... Beijosmadalena
(http://madalena.blogs.sapo.pt)
(mailto:madalena_ruiva@sapo.pt)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Psiu

. Por trás das palavras

. Por amor

. Desencontros

. Faltas-me

. Ausência

. Enquanto há

. Um afundar no amar-te

. O Rosto da Chuva já tem l...

. O Rosto da Chuva

.arquivos

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Fevereiro 2012

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub