Quarta-feira, 1 de Junho de 2005

Não medite tanto...

f849033p.jpg
Aguinaldo C. Vera-Cruz

Peça ao céu um pouco de silêncio
e procure conversar com a noite.
Faça de cada ilusão uma promessa,
e pense que, o que passou, passou...


Lá fora o ar pode estar pesado,
mas o desejo de seguir, de lutar, de amar, é maior.
Então liberte-se dos preconceitos e saia por aí.
Vá passear, ironize essa amargura
e faça dela uma sombra fértil de amor.

Não sinta receio de nada; a vida é assim,
tudo é um eterno recomeço...

Sempre existe um amanhã de saída,
que pode ser feito de boas venturas e aventuras.

Olhe-se no espelho e sorria,
e coloque nesse sorriso tudo de bom que você tem para dar,
as coisas que viu, ouviu, adorou e amou...
Afirme-se em um só pensamento de que
seus desejos sempre serão de alguma maneira realizados;
tudo é natural, tudo de bom parte de dentro de você.

E lembre-se que em algum lugar
existe alguém que lembra de você,
sentiu saudades, as vezes até te amou,
e isso é muito bom.

Vibre com a lua, mas contra a tempestade.
Fique feliz por ainda saber sorrir...
Vá! Levante a cabeça,
coloque no rosto uma expressão feliz,
tudo vai lhe parecer mais fácil.
Notou?
Abra a janela e preste atenção
nos pássaros que voam no céu,
se eles não estiverem lá voando,
ainda assim tem um infinito céu azul e lindo,
só para você!!

Tudo é paz, naturalidade e franqueza.
Se melancólico, por que esta melancolia?

Lembre-se de um sonho,
de alguém que está sempre ao seu lado,
mesmo estando longe de você
e sinta como é fácil ser feliz.


publicado por Lancelote às 06:18
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 17 de Junho de 2005 às 16:46
Passei para te dar um alô e verificar as alterações que fizeste. Está com melhor aspecto, embora seja necessário amentares um pouco o tamanho das letras.

Um bjfanfa
(http://www.frasesepensamentos1.blogs.sapo.pt)
(mailto:pvsimoes1@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Junho de 2005 às 19:11
Rui, muito bem, o rosto da chuva voltou e em grande estilo. Tens que mudar a cor das letras sobre o lilás pq fica pouco perceptível.

Um poema para meditar e tentar pôr em prática.

Beijinhosbetania
(http://betanices.blogs.sapo.pt)
(mailto:betania33@hotmail.com)


De Anónimo a 5 de Junho de 2005 às 23:03
:) Passa pelo meu blog novo Mudar o Template ;) bjsMaria PApoila
(http://otestedostestes.blogs.sapo.pt/)
(mailto:mariaapaoila@hotmail.com)


De Anónimo a 1 de Junho de 2005 às 17:38
que paz...lyra
(http://abarcadelyra2.blogspot.com)
(mailto:notasdelyra@gmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Psiu

. Por trás das palavras

. Por amor

. Desencontros

. Faltas-me

. Ausência

. Enquanto há

. Um afundar no amar-te

. O Rosto da Chuva já tem l...

. O Rosto da Chuva

.arquivos

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Fevereiro 2012

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds